29 outubro 2015

VAGUEIRA | AVEIRO

©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia
©estermiriamfotografia

Num dia de vento frio e húmido, enchi-me de coragem e fui desenferrujar a minha 18-105mm. Por uma questão de registo e preferência, a grande maioria do meu trabalho é feito com uma lente de 50mm. Apesar disso, volta não volta, obrigo-me a deixar a minha lente favorita em casa e forço-me a ver o mundo com outra amplitude. Confesso que, para além de ser um bom equilíbrio, traz-me uma agradável sensação de frescura, como se uma janela maior se abrisse. Tendencialmente, resulta num registo menos intimista, mas a sensação de liberdade é compensadora.

Soundtrack: Agnes Obel, Chord Left.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Conta-me histórias!

09 10